Transplante de Cabelos


Um pouco da história

O transplante de cabelo existe há muito tempo. O homem se preocupa com a queda de cabelos há muitos anos.
Muitas soluções milagrosas já foram preconizadas. Seria desnecessário dizer que todas até hoje não funcionaram.
Você sabe disso! Não existe tratamento clínico para a calvície genética. Em 1954 um médico americano realizou o primeiro transplante com tufos.
A Cirurgia da calvície passou por várias etapas como a dos retalhos cujo resultado deixava muito a desejar. A partir de 1984, com o transplante fio a fio, a técnica foi se aprimorando, até chegar ao que é hoje.


O que você deve saber

É importante desmistificar certos aspectos em relação a queda de cabelo.
Lavar a cabeça diariamente além de não causar queda melhora a saúde de seu couro cabeludo. O estresse nem acentua nem modifica a evolução da calvície genética. A calvície por estresse se manifesta de maneira diferente, normalmente como placas em forma de moeda sem cabelo, na região posterior da cabeça.
A gravidez e menopausa na mulher podem acentuar a renovação de fios, com retorno à situação original após resolução do processo.


A cirurgia

A cirurgia é realizada com anestesia local, e pequena sedação.
O tempo de duração é, em média, 3 horas e meia. A bandagem pós-operatória é retirada no dia seguinte, quando é realizada a lavagem da cabeça.
As crostas caem em média no décimo quinto dia, e nesse intervalo de tempo, o paciente deve evitar esportes, sol e atividades traumáticas.

Após esse período, a vida volta ao normal sem nenhuma restrição.


A Técnica

O transplante consiste na retirada dos folículos, que são as raízes do cabelo da área posterior do couro cabeludo, onde as raízes não sofrem a influência dos hormônios masculinos para a região calva. Processo este realizado todo artesanalmente, com o auxílio de lentes de aumento. A coloração é feita de maneira irregular, com agulhas de diâmetros diferentes, o mais assimetricamente possível, para que se obtenha o desenho mais natural.
Os cabelos normalmente podem começar a crescer entre o 2º e 4º mês crescendo 1cm por mês.


O que você pode esperar

É possível realizar o transplante de cabelo em qualquer paciente que seja portador de calvície androgenética.

É claro que os pacientes mais viáveis são os que possuem boa condição de área doadora, densidade, grossura dos fios e boa proporção entre a área que vai doar o cabelo (face posterior do couro cabeludo) e a área que vai receber (área calva ou com cabelo em fase de atrofia - ralo), embora na maioria dos casos, a técnica permita a realização do transplante.


CALVÍCIE TEM SOLUÇÃO

Com a técnica de microtransplante capilar.
   
Av. Pedroso de Moraes, 677 - Cj. 52 - Tel: 11 3032-4095 e 3097-9280 - São Paulo - SP - miguelsinger@miguelsinger.com.br