Cirurgia Plástica Estética


Ritidoplastia

A Cirurgia de rugas faciais normalmente é realizada no período de 40 e 50 anos de idade. O que determina sua indicação é o grau de envelhecimento da pele do paciente. Normalmente associada à blefaroplastia, cirurgia de pálpebras, promove uma maior suavidade da face tratando todas estruturas comprometidas - pele, músculo e gordura. Pode ser feita com anestesia geral ou local, neste caso, associada a uma pequena sedação. O paciente fica um dia internado.
As cicatrizes se escondem nas dobras da orelha e no couro cabeludo.
A recuperação em média é de 2 semanas.

 
 

Blefaroplastia

Esta cirurgia é indicada quando houver algum grau de envelhecimento da região palpebral. Os pacientes se queixam normalmente de excesso de pele na pálpebra superior e das bolsas de gordura
localizadas na inferior, que realçam o aspecto de cansaço.
A cirurgia consiste na retirada de pele e do músculo que estão flácidos e ressecção das bolsas de gordura tanto da parte superior como da inferior. Pode ser realizada com anestesia local e pequena sedação com duração média de uma hora e meia. Os pontos são retirados em 4 dias e uma pequena equimose (roxo) pode ocorrer durante a primeira semana.
As cicatrizes se localizam no sulco da pálpebra superior e abaixo dos cílios na inferior ficando em geral pouco perceptíveis.

 

Lipoaspiração

A lipoaspiração ou lipoescultura não deve ser indicada como cirurgia de emagrecimento. Este é um procedimento de melhora do contorno corporal. O paciente quando com excesso de peso deve perdê-lo, para posteriormente ser submetido à retirada da gordura residual, melhorando desta forma seu perfil. Normalmente no sexo masculino o excesso de gordura se localiza no contorno abdominal, e na mulher, no abdômen, flanco, culotes e face interna do joelho.
As incisões são mínimas, localizadas nas dobras, com cicatrizes pouco perceptíveis.
O repouso pós-operatório é pequeno e neste período deve-se usar cinta elástica na região lipoaspirada. O retorno ao trabalho e às outras atividades é em média 3 semanas. A cirurgia pode ser realizada com anestesia local ou peridural dependendo da área e quantidade de gordura a ser retirada.




Prótese Mamária

A inclusão da prótese mamária sofreu mudanças em relação a colocação e pós-operatório nos últimos anos. As controvérsias quanto aos problemas gerados pela prótese foram minimizadas. Hoje a orientação é que a prótese não causa alterações importantes no organismo e deve ser trocada a cada dez anos pelo desgaste natural por ela sofrido. Existe a possibilidade em torno de 5% de encapsulamento, endurecimento da prótese, e neste caso deve ser revista cirurgicamente.
A cirurgia pode acontecer com anestesia geral ou local. A incisão geralmente é no complexo aureolo mamilar ou no sulco sub-mamário e a recuperação é em média 3 semanas com retorno rápido às atividades normais.

Av. Pedroso de Moraes, 677 - Cj. 52 - Tel: 11 3032-4095 e 3097-9280 - São Paulo - SP - miguelsinger@miguelsinger.com.br